#Tag 12 meses de Poe- ano II- (junho)

6/30/2017 10:05:00 AM

Oi queridos, como vocês estão??? Estamos em mais um mês de desafio e o poema escolhido para leitura é A cidade do mar, publicado em 1845, ainda que em 1831 tenha aparecido com o nome de " The Doomed City " e " The City of Sin ". 
Resultado de imagem para the city by the sea edgar allan poe
Por meio de elementos da ficção gótica Poe conta a história de uma cidade na qual a morte é a majestade suprema e sua lei , diante daqueles que lá vivem, é pior do que o próprio demônio, em termos de crueldade. Independente de sua personalidade e do que fez na vida de boom ou ruim, todos passam por aquela cidade em busca de uma aparente eternidade.A cidade parece representar Sodoma e Gomorra bíblica, " ambas ainda visíveis sob o Mar Morto" (https://www.eapoe.org/works/poems/cityseae.htm)É dito que Poe inspirou-se em Kubla Khan por Samuel Taylor Coleridge (https://en.wikipedia.org/wiki/The_City_in_the_Sea)
The Cambridge Companion to Edgar Allan Poe
Para mais informações veja o livro no link a seguir: http://assets.cambridge.org/97805217/93261/frontmatter/9780521793261_frontmatter.pdf

É bem interessante a leitura posterior deste livro (eu mesmo vou ler): Capa

Como sempre Poe influenciado no cinema:
CityUnderTheSea-poster.jpg (1955)

Separei alguns versos para que vocês contemplem mais uma beleza poética de Poe

Olhai! a Morte edificou seu trono 
[...] Lá, os bons, os maus, os piores e os melhores,
 foram todos buscar repouso eterno. [...]

Ah! luz nenhuma cai do céu sagrado sobre a cidade, 
em sua imensa noite. 
Mas um clarão que vem do oceano lívido  [...]
E a Morte, do alto de soberba torre, 
contempla, gigantesca, o panorama. 
Lá, os sepulcros e os templos se escancaram 
mesmo ao nível das águas luminosas;  [...]
[...] E quando, entre gemidos sobre-humanos,
 a cidade submersa for fixar-se no fundo,
 o Inferno, erguido de mil tronos, curvar-se-á, reverente. 
Algumas referências musicais foram encontradas e apresentadas no texto do Wikipedia, do qual trago algumas para vocês:

https://en.wikipedia.org/wiki/The_City_in_the_Sea

CD 1 "Burglars Singing In The Cellar"

  1. "Alone" Read by Marianne Faithfull - 1:30
  2. "The Raven" Read by Christopher Walken - 8:30
  3. "The Tell-Tale Heart" Read by Iggy Pop - 14:26
  4. "The Conqueror Worm" Read by Ken Nordine - 3:00
  5. "The Black Cat" Read by Diamanda Galás - 36:58
  6. "For Annie" Read by Gavin Friday - 5:21
  7. "To Helen" Sung by Ed Sanders - 2:29

CD 2 "The Devil's Brew"

  1. "The Haunted Palace" Sung by Ed Sanders - 5:42
  2. "Ulalume" Read by Jeff Buckley - 6:13
  3. "Berenice" Read by Dr. John - 27:42
  4. "The City in the Sea" Performed by Deborah Harry and The Jazz Passengers - 8:04
  5. "Annabel Lee" Read by Marianne Faithfull - 2:24
  6. "The Masque of the Red Death" Read by Gabriel Byrne - 18:13
  7. "The Raven" Read by Abel Ferrara - 1:57
 Um CD duplo com poemas e contos de Edgar Allan Poe  produzido por Hal Willner.


Banda alemã de metal: The Ocean álbum de 2006 chamado Aeolian
Resultado de imagem para The Ocean used "The City in the Sea" 2006 album AeolianResultado de imagem para The Ocean used "The City in the Sea" 2006 album Aeolian


Sobre o conto
cuentos de terror
TRÊS DOMINGOS NUMA SEMANA (1841) aborda sobre as diferenças temporais de certas localidades ao redor do mundo, explorando os viajantes marítimos que naquela época (século XIX) dão testemunhos de que, vindo de suas respectivas direções, tempos e dias são diferentes. Mas por que esta discussão toda? Logo entenderemos quando apresentarmos o resumo do conto, que teve um final feliz e realmente mostra um outro lado de Poe: meio que um "humor" rsrs.

 Bobby está muito apaixonado por Catarina, mas seu tio-avô Rumgudgeon só autoriza o casamento dos pombinhos quando em uma semana existir três domingos:

Bem, então... vocês se casarão precisamente, veja bem! — quando se juntarem três
domingos em uma mesma semana. Está-me ouvindo, moço?

Três amigos da noiva, em um certo dia, voltando de suas viagens distintas, estão a conversar sobre o tempo, precisamente que dia seria hoje: um sustentando que ontem fora domingo, Catarina dizendo que é hoje, e o outro dizendo que é amanhã, levando em consideração os locais de onde vieram, conseguem o feito estabelecido pelo tio-avó: de que em uma semana tenha três domingos, e assim conseguem permissão para cassarem. 

 Em companhia desses cavalheiros, minha prima e eu combinamos, antecipadamente, fazer uma visita ao tio Rumgudgeon, na tarde de domingo, dez de outubro, justamente três semanas depois da memorável decisão que tinha tão cruelmente destruído nossas esperanças. Durante cerca de meia hora, a conversa travou-se em assuntos comuns

CATARINA — (Andando um salto, ansiosamente.) compreendo…compreendendo tudo! Isto é
uma decisão contra o senhor, a respeito de... a respeito daquilo que o senhor sabe. Deixe-me falar e
explicarei tudo num minuto. É uma coisa muito simples, na verdade. O Capitão Smitherton diz que
ontem foi domingo, e está certo. Ele tem razão. O primo Bobby, o tio e eu dizemos que domingo é hoje:
é isso mesmo, estamos certos. O Capitão Pratt sustenta que amanhã é que será domingo; será mesmo,
ele também está certo. E o fato é que nós todos estamos certos e, dessa forma, três domingos se
juntaram numa semana. 

TIO — E essa, hein! Bem, Catarina... Bem, Bobby! Isso é mesmo uma decisão contra mim, como
vocês disseram. Mas eu sou um homem de palavra... veja bem isto! Você casará com ela, rapaz, (com
boiada e tudo), quando quiser! Com efeito! Três domingos e todos enfileirados! Vou saber a opinião do
Dr. Dubble L. Dee a respeito disto! (p. 73)



Sempre confira no blog da Anna Costa e na página do facebook sobre o projeto 12 meses de Poe- ano II. 
A imagem pode conter: 1 pessoa
Preste atenção nos links para se inscrever e participar


Até próximo mês com mais leituras de Poe!

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários